sexta-feira, 30 de outubro de 2009

3 brasileiros contra 1 argentino

Kaká, Luis Fabiano e Diego na briga para desbancar Messi no prêmio de Melhor do Mundo

Os brasileiros Luis Fabiano (Sevilla), Kaká (Milan) e Diego (Juventus) estão em uma lista preliminar dos jogadores indicados ao prêmio de Melhor do Mundo divulgada nesta sexta-feira pela Fifa. Apontados como favoritos ao prêmio, o argentino Lionel Messi, do Barcelona, e o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid e último vencedor, também aparecem entre os candidatos. O país com maior número de jogadores indicados é a Espanha, que tem Casillas, Iniesta, Puyol, Fernando Torres, David Villa e Xavi Hernández.

No início de dezembro, a Fifa divulgará o nome dos cinco jogadores e cinco jogadoras finalistas. Os vencedores serão anunciados no dia 21 do mesmo mês, em Zurique. Os encarregados de escolher o Melhor do Mundo da Fifa serão os técnicos e capitães das seleções, que não poderão votar em jogadores de seu próprio país.

Veja os concorrentes

Michael Ballack (ALE), Gianluigi Buffon (ITA), Iker Casillas (ESP), Cristiano Ronaldo (POR), DIEGO (BRA), Didier Drogba (COM), Michael Essien (GAN), Samuel Eto'o (CMR), Steven Gerrard (ING), Thierry Henry (FRA), Zlatan Ibrahimovic (SUE), Andrés Iniesta (ESP), KAKÁ (BRA), Frank Lampard (ING), LUÍS FABIANO (BRA), Lionel Messi (ARG), Carles Puyol (ESP), Franck Ribéry (FRA), Wayne Rooney (ING), John Terry (ING), Fernando Torres (ESP), David Villa (ESP) e Xavi (ESP).

Fonte: Globo Esporte

Vencedores da Olimpíada de Matemática recebem prêmios em dinheiro


A Superintendência Regional de Ensino de Pouso Alegre (SRE) fez nesta quarta-feira (28), a premiação em dinheiro, no valor de R$ 1.000, para os alunos do ensino Fundamental e Médio da rede pública vencedores de 2008 da 4ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). O dinheiro foi depositado na conta corrente dos ganhadores.

Nas cidades abrangidas pela SRE Pouso Alegre foram conquistadas, 3 medalhas de ouro, 3 de prata e 34 de bronze. As cidades premiadas são: Cachoeira de Minas (14 alunos), Cambuí (3 alunos), Heliodora, Senador José Bento e Inconfidentes (1 aluno cada), Ouro Fino (3 alunos), Pouso Alegre (7 alunos), Santa Rita do Sapucaí (8 alunos) e Tocos do Moji (2 alunos).

Minas Gerais conquistou novamente o maior número de medalhas na Olimpíada. Das 3 mil medalhas distribuídas na quarta edição, os mineiros ficaram com 778.

A OBMEP

A Olimpíada de Matemática é uma competição que tem como objetivo desenvolver a habilidade lógica, a criatividade e a sociabilidade dos alunos. A proposta é estimular o estudo da matemática e aperfeiçoar a capacitação de professores.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

"O incrível Hulk"

Por causa da reta final do Campeonato Brasileiro, Dunga teve de fechar os olhos para os jogadores que atuam no Brasil e precisou garimpar para fechar a lista dos convocados para os amistosos contra Inglaterra e Omã, em novembro.

Foram quatro novidades (Hulk, Fábio Aurélio, Carlos Eduardo e Michel Bastos) na relação. E agora chegou a vez de o quarteto mostrar que tem condições de continuar no grupo para a Copa do Mundo de 2010.

A maior das surpresas talvez tenha sido a convocação do atacante Hulk, de 23 anos. Com a camisa do Porto, esse paraibano de Campina Grande vem mostrando serviço e um instinto de matador. Na atual Liga dos Campeões, fez dois gols em três jogos. Hulk começou sua carreira no Vitória-BA, de onde se transferiu para o futebol japonês. Depois de três anos na terra do sol nascente (atuou por Kawasaki Frontale, Consadole Sapporo e Verdy Tokyo), foi comprado pelo Porto em 2008. Ele pode jogar no comando do ataque, como uma referência, ou aberto pelos lados do campo.

"É uma oportunidade que a gente tem de ver alguns jogadores que estão se destacando em seus clubes, não é questão de teste. Até o ultimo dia que tivermos chance, vamos continuar observando todos que podem ter oportunidade na seleção", explicou o técnico Dunga.

Vamos esperar que Hulk mostre todo o futebol apresentado nos campos portugueses...

domingo, 25 de outubro de 2009

Faltam doadoras de leite materno em Pouso Alegre

[Matéria publicado no Jornal Primeira Página]
Engravidar, ter uma gestação saudável, um parto tranqüilo, leite suficiente para amamentar o filho para que ele tenha saúde são algumas preocupações de mulheres que sonham ser mãe. No entanto, nem sempre é isto que acontece, devido ao estresse ou outros fatores, uma parcela das mães têm queda na produção de leite e não conseguem amamentar. É para situações desta natureza que servem os Bancos de leite.

Bancos de Leite são centros de apoio à amamentação para doação gratuita do leite materno. No Brasil, segundo dados da Rede Brasileira de Leite Humano, existem 196 bancos de leite e 73 postos de coleta. Em Pouso Alegre, funciona, há três anos, no Hospital Regional Samuel Libânio, o Posto Coleta, que atende mulheres com excesso de leite dispostas a doarem. No local as mães recebem orientações para doação como a forma de retirar o leite e amamentar.

Mas o número de doadoras está em queda, atualmente existem apenas seis mulheres doando o leite em Pouso Alegre. De acordo com Márcia Maria Alves, secretária do banco de leite, os meses de setembro e outubro registram baixa e o número de doadoras varia de dois a oito. Na época de férias, junho e julho, também há queda devido ao frio e às viagens das famílias. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera indispensável aumentar a coleta no país em torno de 50%, para atender todas as crianças que necessitam do leite materno.

Maria Jocélia de Souza, 31, amamenta seu filho de cinco meses no peito, retira seu leite todos os dias à tarde no posto há dois meses, e é uma das poucas voluntárias desta época do ano. Antes não sabia o que fazer com a sobra do leite, então jogava fora, mas através das informações de Márcia soube que poderia doar. "Eu me sinto muito feliz em fazer essa caridade, porque além do meu filho ainda há outros bebês que podem se alimentar através de mim", fala sorridente por seu gesto que pode salvar vidas.

Durante os meses março, agosto e dezembro a unidade chega a atender umas 18 mães, mas segundo enfermeira e docente do curso de Enfermagem da Univás, Maria Cristina Porto e Silva, 37, a quantidade de leite coletado não atende a demanda da UTI neonatal, e é necessário durante o ano que as doadoras estejam presentes não somente em algumas épocas. Segundo ela, se as mulheres do município amamentarem corretamente seus filhos, a doação será uma conseqüência. Sobre uma campanha de incentivo na cidade ela diz: "O único projeto que tem é a divulgação na TV, mas ainda é preciso implementar. Não existe ainda um projeto pronto que está funcionando"

Toda mulher saudável que realiza exames de pré-natal, não fuma, não bebe, e nem esteja tomando medicamentos pode doar leite excedente. Não é preciso ir ao posto fazer a coleta, basta pegar na unidade, um kit higienizado composto por um frasco de vidro com tampa plástica, touca, máscara e gases, e poderá retirar o leite em casa e guardar no freezer ou congelador. O leite é recolhido pelo Corpo de Bombeiros, parceiro do Posto de Coleta de Pouso Alegre, na casa da voluntária cadastrada.

Segundo Maria Cristina, toda semana o posto recolhe uma média três frascos de cada mãe, contendo 250 a 500 ml, mas não é o suficiente, seria preciso cerca de 30 doadoras. O alimento chega cru ao posto é levado para o Banco de Leite de Varginha, onde depois de pasteurizado e submetido a exames, é liberado para consumo e retorna para a cidade, onde será distribuído para os prematuros que não conseguem alimentar no seio materno, e também para mães com pouco leite.

Além de mais doadoras de leite materno, o Posto de Coleta de Pouso Alegre também precisa de doações de potes onde é armazenado o alimento, eles devem ser de vidro com tampa plástica, como os de maionese e café solúvel.

domingo, 18 de outubro de 2009

'Futebol também é para as mulheres’


Foi emocionada que a atacante Marta, eleita três vezes a melhor jogadora do mundo pela Fifa, desabafou e deixou esse aviso, após conquistar Taça Libertadores da América feminina pelo Santos.

Neste domingo(18/10), em uma Vila Belmiro lotada, a equipe deu ao Peixe o título da primeira edição da Taça Libertadores da América de futebol feminino. Mais uma vez com facilidade, venceu as paraguaias da Universidad Autónoma, por 9 a 0.

O time comandado por Kleiton Lima conquistou sua sexta vitória e levantou a taça invicto. Em seis partidas, o Peixe balançou as redes adversárias em 43 oportunidades e foi vazado apenas duas vezes.

- Estou muito emocionada de estar vivendo isso aqui no Brasil. Que não pare por aqui, que continue para outras meninas que possam surgir no país. A gente sabe jogar esse esporte. Futebol também é para as mulheres – desabafou a Rainha Marta.

Com o título da primeira Libertadores feminina, o clube assegurou vaga no também inédito Mundial de Clubes da categoria, que deve ser organizado pela Fifa em 2010.

sábado, 17 de outubro de 2009

Troféu de Fórmula 1 reciclado


Pelo segundo ano consecutivo, o vencedor do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 desse domingo irá receber um troféu diferente, novamente realizado pela empresa Braskem.

O troféu desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, será construído com resíduos plásticos descartados pelo público nos três dias de evento, no Autódromo de Interlagos em São Paulo.

Os resíduos são selecionados a partir das lixeiras do próprio autódromo. O conteúdo será prensado, moído e transformado em bolinhas azuis que aquecidas a 200ºC, transformam-se em placas de plástico. A usinagem deste material acontece no domingo e tem a duração aproximada do evento: 3 horas. Desse Centro de Reciclagem, organizado pela Braskem dentro do Autódromo, o troféu pronto vai direto para as mãos dos vencedores.

“Trazer o universo da reciclagem para este evento de repercussão mundial mostra o compromisso da Braskem e de seus parceiros com o desenvolvimento sustentável e com a busca do engajamento da sociedade na destinação correta dos resíduos plásticos”, destaca Bernardo Gradin, presidente da Braskem.

A participação da empresa na F1 surgiu com a W/, que ano passado teve a idéia de usar o Polietileno Verde no GP Brasil com a produção do troféu de plástico 100% renovável. E neste ano inovou ao sugerir a produção in loco do troféu de plástico reciclado.

Confira o vídeo publicitário:
video

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Seminário internacional discute jornalismo online em São Paulo


O Instituto Itaú Cultural, em parceria com o Terra, realiza o 3º Seminário Internacional de Jornalismo Online, o MediaOn. O encontro acontecerá entre os dias 27 e 29 de outubro em São Paulo, com o tema "Futuro Incerto e a Revolução Permanente na Mídia". O evento tem apoio da BBC Brasil e da CNN.

O MediaOn é um fórum internacional criado em 2007 por jornalistas e profissionais da internet para debater os rumos de suas atividades e as tendências da informação no mundo digital. Nesta terceira edição, o papel da Internet na política, fontes jornalísticas na web e a revolução digital serão temas discutidos por jornalistas, produtores de conteúdo e executivos de mídia do Brasil, Estados Unidos, Europa e América Latina.

A programação do MediaOn inclui profissionais, como Nathalie Malinarich, editora-executiva de Mundo da BBC, Nick Wrenn, vice-presidente de Serviços Digitais da CNN Internacional e Marcos Foglia, gerente de Novas Mídias do Clarín Global, da Argentina,

Entre os debatedores brasileiros estão Antonio Guerreiro, gerente de conteúdo do recém-lançado portal R7, Pedro Doria, editor-chefe de conteúdos digitais do Grupo Estado, Danilo Gentili, repórter do CQC, Altino Machado - Blog da Amazônia, de Terra Magazine, Camilla Menezes, twitter de Mano Menezes, José Henrique Mariante, editor de Esporte na Folha de S.Paulo e Luiz Fernando Gomes, editor-chefe do Grupo Lance.

As inscrições para o MediaOn são gratuitas. Para garantir a vaga nos debates é preciso comparecer ao Itaú Cultural, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo, 30 minutos antes do início de cada painel. O MediaOn será transmitido ao vivo também pela internet e pelo Twitter.

A programação completa e mais informações: http://www.mediaon.com.br

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Escolas tem até 23 de outubro para corrigir o Educacenso

[Release de Ana Elisa de Souza para a Assessoria SRE]

As escolas da rede pública (municipais e estaduais) e privadas tem até o dia 23 de outubro para corrigir e incluir dados referentes ao Censo Escolar 2009, no site http://www.educacenso.inep.gov.br/.
O Censo Escolar é um instrumento para a melhoria da qualidade da Educação Básica no Brasil. Desde 2007, a coleta de informações é realizada através do sistema on-line Educacenso. A pesquisa fornece informações sobre a quantidade de alunos, turmas, escolas, professores e suas formações e o espaço físico da escola.

O preenchimento correto do Educacenso é importante pois, com base nos dados fornecidos pelas escolas, é feito o cálculo do IDEB ( Índice de Educação Básica) que é o indicador criado para orientar o direcionamento de verbas da educação brasileira. Essas verbas são destinadas à alimentação, transporte escolar, uniformes, distribuição de livros didáticos e implantação de bibliotecas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (35) 3423-2337.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Arbex: “Luto pela democracia e justiça no Brasil”


[Matéria publicado no Jornal Primeira Página]

“Um simples cidadão brasileiro”, é assim que José Arbex Júnior se define em entrevista concedida ao Primeira Página(PP), durante sua participação no I Seminário de Comunicação em Jornalismo realizado pela Câmara Municipal de Pouso Alegre com o apoio da UNIVÁS.

Jornalista, escritor e professor, José Arbex começou a carreira universitária como aluno de Engenharia Química, mas ao mesmo tempo desenvolvia atividades contra a ditadura militar na imprensa clandestina, onde começou a escrever e pegou paixão pelo texto. Fez quatro anos de Engenharia, mas concluiu que a sua praia era mesmo o Jornalismo.

Com sua risada de pura ironia e irreverência, Arbex é graduado em Jornalismo (1982) e doutor em História Social, ambos pela USP (Universidade de São Paulo), ingressou na grande mídia em 1984 como repórter da área de Política Externa da Folha de São Paulo até chegar ao cargo de editor responsável da editoria Mundo no mesmo jornal. Em 2003 participou do conselho editorial do Jornal Brasil de Fato.

Guerras, conflitos políticos e momentos inesquecíveis foram as principais coberturas feitas por José Arbex como correspondente internacional em Nova York e em Moscou, pela Folha e em Londres pela BBC. O jornalista relata que duas coberturas marcaram sua vida. “A queda do Muro de Berlim, porque é o grande símbolo da divisão do mundo, e quando vi aquilo cair, era uma época histórica que presenciava na minha cara, que estava acabando. E do ponto de vista mais emocional, mais pessoal foi no Afeganistão, porque estava a bordo de um avião que foi alvo de um míssel Stinger, você via os mísseis chegando pela janela do avião (risos), foi emocionante”

Na questão política, o jornalista é simples e claro, afirma que as políticas de compensação social que o governo Lula adotou como Bolsa Família e outras são equivocadas e não vão resolver o problema de fundo. Um ponto que Arbex sempre ressalta em sua entrevista é que no Brasil a escravidão não foi completamente abolida. “Ainda existe ‘casa grande e senzala’, então acho que enquanto existir não adianta a ‘casa grande’ dar migalhas para a ‘senzala’. E o governo Lula faz isso, ele democratiza a ‘casa grande’, quer dizer, no sentido de que distribui migalhas para a população, e eu não concordo com isso”.

José Arbex, como escritor, publicou mais de 30 livros incluindo O Século do crime, ganhador do Prêmio Jabuti em 1997. Segundo ele a leitura de Showrnalismo - a notícia como espetáculo e Jornalismo canalha são fundamentais para um estudante de jornalismo. Ele recomenda também alguns grandes nomes da literatura brasileira como Machado de Assis, João Guimarães Rosa e Carlos Drumonnd de Andrade.


Observador e crítico por natureza, José Arbex mostra como a mídia brasileira, principalmente o telejornalismo, do ponto de vista técnico, é uma das mais avançadas e perfeitas do mundo, contudo isso é perigoso, porque a técnica é ótima, sedutora e prende sua atenção, mas o conteúdo é autoritário, mentiroso e escravocrata. A mídia tem o poder em dizer o que é importante e o que não é importante, e as pessoas se sentem informadas, mas na verdade estão sendo desinformadas.

Arbex tem sua carreira marcada por entrevistar diversas personalidades do mundo político, intelectual e artístico, como Mikhail Gorbachev, Chávez, Yasser Arafat, Daniel Ortega e John Cage. Mas em entrevista ao PP relatou duas entrevistas que mudaram sua visão de mundo. “Os dois padres, o Padre Chico, que era confessor do Carandiru em São Paulo e o Padre Henri, lá do sul do Pará, que tem uma lista de ameaças contra vida dele que daria um quilômetro. Os dois, tanto o Padre Chico quanto o Frei Henri são de famílias muito ricas. Eu aprendi muito com eles,antes de entrevista-los não gostava de padres, mas depois de entrevistá-los vi que tem muita gente boa na igreja também”.

Atualmente, é editor especial da revista Caros Amigos, uma das mais importantes revistas de esquerda da América Latina. Na revista ajuda a sugerir pautas, definir estratégias e contribui no que pode. Além disso, é professor na PUC de São Paulo. Em uma mistura de conselho para jovens jornalistas e sonho a trajetória de vida de Arbex se mistura com tudo que já viu, ouviu e vivenciou no Brasil e no mundo em mais de 25 anos de carreira jornalística, e que ele resume em poucas palavras: “Lute pela abolição da escravidão”.